Como melhorar a saúde das articulações

Para manter as articulações sempre saudáveis e prevenir dores, é preciso incluir alguns hábitos e exercícios regulares na rotina.
saude-das-articulacoes

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Para manter as articulações sempre saudáveis e prevenir dores, é preciso incluir alguns hábitos e exercícios regulares na rotina. A Leader Nutrition mostra como você pode cuidar dos músculos, tendões, ossos e cartilagens para que tenham mais força e resistência.

Basicamente, as articulações trabalham para fazer o nosso corpo funcionar melhor.

Sabemos que as articulações são membros sensíveis que atuam na conexão de dois ou mais ossos do corpo. Portanto, mantê-las saudáveis é essencial para evitar uma série de problemas na hora de se movimentar, como por exemplo a artrite ou artrose.

Algumas articulações normalmente não se movem, como as que estão localizadas entre as placas do crânio. Já outras articulações permitem uma complexa gama de movimentos, sendo responsáveis até mesmo pela locomoção que realizamos durante o dia.

A estrutura de uma articulação determina o grau e o sentido do movimento possível.

Como são pontos de encontro entre os ossos, mantê-las saudáveis garante bem-estar físico e uma boa saúde.

Assim, incluir suplementação adequada na sua rotina e exercícios regulares são fundamentais para garantir proteção e maior resistência.

Quais os tipos de articulações?

As articulações são classificadas conforme o grau de mobilidade que oferecem. Elas podem ser de três tipos:

  • Sinartrose: São as articulações fibrosas, localizadas entre um osso e outro, caracterizadas por serem inflexíveis. As duas superfícies ósseas são praticamente contínuas, separadas apenas por uma camada de tecido conjuntivo ou cartilaginoso. É a articulação do crânio (sutura), dos dentes e do maxilar, da tíbia e a fíbula.
  • Anfiartrose: São articulações semi-móveis, flexíveis e cartilaginosas. Elas possuem cartilagens entre os ossos e permitem movimentos que evitam o desgaste excessivo dos ossos, auxiliando, dessa forma, no deslizamento de uns sobre os outros a partir dos diferentes movimentos do corpo. Exemplos: ossos do quadril e vértebras.
  • Diartrose: São articulações flexíveis, caracterizadas pela presença de bolsas sinoviais, que contém o líquido sinovial ou sinovia, que evita o desgaste ocasionado pelo atrito. Esse tipo de articulação, localiza-se entre a pele e os ossos. Exemplos: articulações do ombro, joelhos e cotovelos.

Fatores que causam degaste nas articulações?

Quando seguimos uma rotina de exercícios, é normal que nosso corpo apresente um desgaste físico. Mas, não se preocupe. Ninguém está livre disso, e o recomendado é manter as articulações saudáveis para evitar dores e incômodos.

É comum que atletas tenham alguns problemas nas junções entre ossos e músculos. Entre as articulações mais comprometidas no pós-treino estão: quadris, joelhos, coluna vertebral, tornozelos e dedos do pé.

Uma rotina sedentária ou quando fazemos exercícios físicos de forma errada, abalamos a saúde das cartilagens, dificultando a chegada dos nutrientes às estruturas articulares. Esse é o cenário ideal para surgimento de lesões, uma vez que as articulações se tornam mais frágeis.

Para uma boa saúde das cartilagens, é importante focar na alimentação e suplementação adequada com produtos à base de Condroitina, uma substância com propriedades anti-inflamatórias, que ajuda no tratamento da artrite, artrose, dores nas juntas.

A Condroitina, que pode ser encontrada no Whey Protein Joint & Muscle, ajuda a lubrificar, regenerar e manter a elasticidade das cartilagens nas articulações, reduzindo a dor e a inflamação gradualmente ao longo do tempo.

A fórmula poderosa do Whey Protein Joint & Muscle é ideal para dar mais resistência ao corpo, melhorar a elasticidade e prevenir as indesejáveis dores nas articulações. Afinal, prevenir o surgimento das dores é sempre a melhor solução.

Whey Protein Joint & Muscle é muito mais que um whey. Além de ser rico em Condroitina, sua fórmula contém Metilsulfonilmetano (MSM), mineral importante para o corpo humano, formulado à base de enxofre.

O enxofre é encontrado em grande escala em várias estruturas corporais. Destacam-se como principais as articulações, tecidos musculares, epiderme e tecidos ósseos.  Além disso, o MSM contribui para um sistema imunológico mais resistente, além de atuar na oxigenação e nutrição celular.

O que causa as dores nas articulações?

As dores nas articulações podem ter diversas causas. Podem, inclusive, ser causadas por viroses, tendinite, gota, artrite ou osteoartrose, por exemplo. Por isso recomendamos que você consulte um ortopedista para definir a causa específica e indicar o tratamento mais adequado para aliviar essas dores.

A Leader Nutrition separou algumas dicas que podem te ajudar a evitar ou a melhorar as dores nas articulações:

Controle o ganho de peso

Manter o peso ideal é essencial para a saúde como um todo. Evite o ganho de peso corporal, uma vez que isso evita complicações. A perda de peso reduz significativamente a dor, a função e a rigidez do joelho associadas à osteoartrite do joelho.

Inclua treino com peso na sua rotina

O treinamento com pesos preserva a densidade dos ossos. Além disso, melhora a qualidade da massa muscular, força e equilíbrio leva a pressão para fora das articulações.

Evite o fumo

Fumar aumenta o risco de osteoporose e fraturas ósseas, além de outros problemas de saúde. Além disso, também aumenta a probabilidade de lesões envolvendo bursite ou tendinite. Dito isso, opte por parar de fumar para melhorar a saúde óssea e a saúde das articulações.

Consuma alimentos saudáveis

Alguns alimentos têm propriedades anti-inflamatórias, que são diretamente benéficos para as articulações. Adicione em seu dia a dia produtos à base de soja, frutas, vegetais e alimentos ricos em Ômega 3, como peixes e nozes.

Faça alongamentos com frequência

Fazer alongamentos antes do treino pode ajudar a manter a mobilidade e a aliviar as dores nas articulações.

O ideal é fazer alongamentos com orientação médica e sob a supervisão de um profissional de educação física que deve indicar alongamentos específicos para a articulação dolorida. 

Reduza o estresse

Tentar controlar o estresse e a ansiedade é importante para diminuir a produção de cortisol, hormônio do estresse e que pode levar ao aparecimento de dor por todo corpo e dores nas articulações.

É importante descansar o corpo e a mente. Para isso, deve-se dormir de 8 a 9 horas por noite, praticar atividades físicas que ajudam a relaxar o corpo como meditação ou yoga, por exemplo, ou atividades físicas leves, como caminhadas, desde que sejam feitas com orientação médica.

Agora que você conhece mais sobre a fórmula poderosa do Whey Protein Joint & Muscle, desafie-se. Escolha Leader Nutrition, a marca que mais cresce no mercado de suplementos.

Subscribe To Our Newsletter

Get updates and learn from the best